Prêmio Empreendedor Cultural - 3ª Edição apresenta:

O pulsar já foi toque, já foi ponte para o ruído disforme de comunicação. A porta para o mundo. A porta continua aberta, mas agora por cabos e fibras e conexões, inter, intra, wi-fi, links, em uma avalanche de pixel, bytes e promessas de beleza e 4G. Não há mais pulso, a não ser o orgânico, do outro lado do led, que vibra a cada like, que compartilha gifs de gatinhos, dietas que nunca serão feitas, que bloqueia amigos por intolerância e adiciona desconhecidos pela foto de perfil. O pulso pulsa distante num horizonte de luzes artificiais, num Horizonte de Neon.O pulsar já foi toque, já foi ponte para o ruído disforme de comunicação. A porta para o mundo. A porta continua aberta, mas agora por cabos e fibras e conexões, inter, intra, wi-fi, links, em uma avalanche de pixel, bytes e promessas de beleza e 4G. Não há mais pulso, a não ser o orgânico, do outro lado do led, que vibra a cada like, que compartilha gifs de gatinhos, dietas que nunca serão feitas, que bloqueia amigos por intolerância e adiciona desconhecidos pela foto de perfil. O pulso pulsa distante num horizonte de luzes artificiais, num Horizonte de Neon.

A Companhiaa KHAOS Cênica foi contemplada na 3º edição do Premio Empreendedor Cultural/RGE Sul para criação de seu mais novo trabalho em dança, Horizonte de Neon!

Performance de dança na rua e streaming de videodança se interconectam em um espetáculo transmídia para refletir sobre presença das tecnologias nas relações interpessoais.

Em breve teremos novidades